Centro de Referência de Assistência Social de Augustinópolis realizou mais de 2.700 atendimentos

16/01/2019

O Centro de Referência de Assistência Social de Augustinópolis (CRAS) realizou mais de 1.700 atendimentos em 2018 e atingiu a meta estabelecida no quantitativo de atendimentos previstos para os três serviços básicos ofertados, que são eles: Serviço de Atendimento Integral à Família (PAIF), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e Serviço de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas (SPSB).

Conforme a coordenadora do CRAS de Augustinópolis, Tânia Darc, o Serviço de Atendimento Integral à Família (PAIF), consiste no trabalho social com famílias em situação de vulnerabilidade social e foram 864 pessoas atendidas com estes serviços. Com relação ao SCFV, destinado às crianças e adolescentes e aos idosos, foram realizadas atividades em grupos com temas escolhidos de acordo com o ciclo de vida doas usuários atendidos, cujo objetivo é prevenir a ocorrência de situações de risco social.

Tânia Darc destaca, entre as ações desenvolvidas em 2018, criação do Coral na Terceira Idade, do qual participam os idosos atendidos pelo CRAS, e as diversas apresentações públicas realizadas ao longo do ano. Também foi elaborado o Projeto Paródias, que originou a música O CRAS é o meu caminho, cantada e coreografada por um grupo de idosas. Ao todo, foram 159 pessoas atendidas no SCFV, entre idosos e crianças e adolescentes.

No Serviço de Proteção Social Básica no Domicílio (SPSB), tanto para pessoas com deficiência e idosas, o objetivo é oferecer possibilidades de desenvolvimento de habilidades e potencialidades, a defesa de seus direitos e inclusão social. Como destaques desse serviço, o CRAS ressalta a 24 usuários atendidos com benefício de prestação continua, a emissão de 263 Carteiras Nacional do Idoso, 73 Carteiras Intermunicipal do Idoso, 34 Passe Livre e mais de 200 visitas domiciliares.

“A Coordenação do CRAS agradece a Deus pelo êxito alcançado, cumprimenta a sua equipe profissional e a parabeniza pelos pontos positivos atingidos, tanto na quantidade como na qualidade dos serviços ofertados por esta instituição. Mas agradecemos, especialmente, a Prefeitura Municipal, pelo apoio do prefeito Júlio de Oliveira, e à secretária municipal de Desenvolvimento Social, Marlene Xavier, que não mediram esforços para que fosse possível a realização desse trabalho”, finalizou Tânia Darc.

 

 

Alan Milhomem / Voz do Bico

Anexos:Não Existem Anexos cadastrados para esta Noticia.
Video Destaque