1º Encontro de Mulheres Empreendedoras do Agronegócio da Região do Bico do Papagaio

23/11/2019

Neste último sábado dia 23, o prefeito Júlio Oliveira juntamente com sua equipe de secretariado participaram do evento 1º Encontro de Mulheres do Agronegócio do Bico do Papagaio, realizado pela a FAET SENAR, SEBRAE e Sindicato Rural de Augustinópolis. O evento priorizando a relevância da mulher, elevando sua autoestima e destacando sua importância para o avanço inovador, rentável, sustentável e ético do agronegócio, mais de 130 mulheres do Bico do Papagaio e Araguaína envolvidas com o campo tiveram a oportunidade de se conhecerem, trocarem ideias e experiências de vidas e negócios, durante o 1º Encontro de Mulheres do Agronegócio do Bico do Papagaio, organizado pelo Sindicato Rural de Augustinópolis.
Durante a manhã ocorreram as palestras temáticas, iniciadas pelo consultor do Sebrae, entidade parceira do evento, Eurípedes Ribeiro com o tema “Como vender para o Governo com produtos do campo”, a instrutora do SENAR, Geiciane Batista, falando sobre “A importância da mulher no agronegócio brasileiro”, e, ao fim, com a senadora Kátia Abreu. Durante sua palestra “Da dor ao sucesso – uma trajetória de vida no agronegócio, na política e na vida social”, a senadora deu um depoimento de superação e incentivo empreendedor às participantes do encontro.
Para a gerente do Sebrae em Araguatins, Odeane Milhomem, o evento teve resultados acima do esperado. “Priorizamos neste encontro debates que trataram sobre importância feminina para um avanço inovador, rentável, sustentável e ético no agronegócio, com foco em seu papel para o setor no brasileiro no Bico do Papagaio. Elas saíram mais otimistas em relação às possibilidades de empreender na Região” afirmou.
EXEMPLOS DE DETERMINAÇÃO
Marcaram presenças com depoimentos emocionante e experiências enriquecedoras a senadora Kátia Abreu, que com a perda do marido aos 25 anos, mãe de dois filhos, grávida de dois meses não aceitou a pecha de “viúva de fazendeiro”, deixou Goiânia, onde vivia e foi para a fazenda em Gurupi, calçou a botina, colocou o chapéu na cabeça e nessa sua luta desbravadora, tornou-se fazendeira de fato, a primeira mulher presidente do Sindicato Rural de Gurupi, presidente da Federação da Agricultura do Tocantins (FAET), deputada federal, senadora, presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e ministra da Agricultura no governo Dilma Rousseff.

Anexos:Não Existem Anexos cadastrados para esta Noticia.
Vídeo Destaque