Prefeitura Municipal de Augustinópolis
conteúdo do menu

Prefeitura Municipal de Augustinópolis

conteúdo principal
conteúdo principal

Notícia

Na manhã da última quarta-feira (27/05), o prefeito Júlio Oliveira, acompanhado da Secretária de Educação Renata Oliveira e membros do Conselho de Alimentação Escolar, realizaram a entrega de 1.000 (um mil) kits de alimentação aos diretores das Unidades Escolares para que estes distribuam aos alunos que compõem o Sistema Municipal de Ensino.

Os kits adquiridos custaram um total de 49.000 (quarenta e nove) mil reais, sendo 28.000 (vinte e oito) mil dos recursos do PNAE - Programa Nacional de Alimentação Escolar e 21.000 (vinte um) mil reais de contrapartida do município.

Dos 2.232 alunos matriculados nas escolas municipais, serão contemplados nessa entrega 1.100, tendo em vista que o Jogador Marlone Azevedo já havia feito uma doação de 100 kits, sendo estes selecionados pela equipe escolar, seguindo os critérios definidos pelo Conselho Municipal de Alimentação Escolar, dando prioridade aos de menor renda familiar.

O Prefeito destacou a importância da contrapartida do município na aquisição dos kits, enfatizando que hoje a média per capita mensal repassada pelo Governo Federal para alimentação por aluno varia de R$7,00 a 21,00 reais, sendo definido por modalidade de ensino. Então, uma coisa é adquirir e distribuir a merenda nas escolas com esse valor, dentro das exigências nutricionais. Outra, é dar o alimento "in natura" a família do aluno. Com esse valor seria impossível alimentar uma criança adequadamente.  Então, visando beneficiar mais estudantes e oferecer um kit melhor, reconheço a importância da contrapartida do município nesse auxílio, tendo em vista que nesse momento muitos não dispõem do básico para alimentação, ressaltou o Prefeito.

Já a Secretária destacou o empenho do Prefeito e do Conselho de Alimentação Escolar nessa discussão e acrescentou a importância da distribuição dos kits, que, conforme explicitado por ela, a Resolução n° 2, de 09 de abril de 2020 do FNDE não torna essa distribuição de caráter obrigatório, mais o gestor municipal foi sensível ao perceber a necessidade.

GALERIA DE FOTOS